quarta-feira, 1 de junho de 2011

ENGORDA DA PRAIA JÁ! MATINHOS PEDE SOCORRO.

"Obra para recuperar orla de Matinhos tem verba, mas não sai do papel".

O sonho de ver a orla de Matinhos, no litoral do Paraná, recuperada ainda não tem data para se concretizar, embora até o dinheiro para a obra já tenha sido liberado. Falta o sinal verde da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano.
As constantes ressacas que afligem a cidade de Matinhos, litoral do Paraná, acabaram por destruir boa parte de sua outrora bela orla marítima. O problema, que é antigo, contribuiu bastante para a queda do movimento na praia em períodos de alta e também de baixa temporada, uma vez que veranistas e turistas têm optado em procurar imóveis ou apenas visitar o litoral de Santa Catarina, que não sofrem tanto com este fenômeno natural.
Há dois anos, um projeto para recuperação de oito quilômetros de praia, dos balneários de Caiobá até Flórida, deixou a população e frequentadores do local animados com a possibilidade de ver uma praia novamente bonita e recuperada. Todavia, o sonho está virando pesadelo, pois até o momento a obra não saiu do papel.
De acordo com o prefeito de Matinhos, Eduardo Dalmora (PDT), o projeto está pronto, o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) já saiu e a verba, proveniente do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), está disponível, mas falta apenas um sinal verde da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu) para começarem os trabalhos. “Tudo o que cabia à prefeitura foi feito. Entregamos tudo o que nos pediram. A obra tem urgência, pois tivemos uma nova ressaca recentemente e destruiu parte da praia na altura da rotatória (na Avenida Curitiba, próximo ao balneário Flamingo). Conversei com o governador Beto Richa (PSDB), que ficou de avaliar a situação. Temo, contudo, que o atraso possa fazer com que Matinhos perca essa verba”, garante.
O prefeito revela ainda que a população almeja esta obra para melhorar a infraestrutura local e que, com isso, mais turistas possam frequentar a praia. “A recuperação da orla é mais do que necessária. As pessoas sempre me perguntam quando ela será feita. Além dela, há outra obra, que estamos tentando levantar o dinheiro junto ao PAC 2. Porém, ela só poderia ser feita quando a revitalização estiver concluída. É só o governo dar o ok que as obras começam”, afirma. A assessoria de comunicação da Sedu informa que, em função da complexidade do projeto, ele continua sob análise e não há uma data para que receba o aval para o início das obras.
Fonte:Flávio Laginski Paranaonline - Fotos Douglas Gerasom

7 comentários:

  1. Excelente matéria,vamos pedir a Deus que o governo de logo OK para socorrer o nosso litoral.
    Lamentável essa demora.
    Fé em DEUS e...nos homens de boa vontade querida Matinhos!!!

    ResponderExcluir
  2. cllemar@gmail.com1 de junho de 2011 22:33

    Se o sinal verde pra desenrolar isso está nas mãos de uma Secretaria de Estado está na hora da população se manifestar e cobrar providencias.Tá na hora de juntarmos esforços e fazermos alguma coisa.Não é possível que depois de tanta espectativa criada esses recursos acabem indo embora e fiquemos de mãos abanando.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia E porque ainda nosso Governador não deu esse Ok. oque ele está esperando. se a verba já saiu. será que tem algum poderoso ou amigo do Governador a qui em Matinhos que não deixa isso acontecer? eles tem que ver que daqui 2 anos e pouco vamos ter Copa do Mundo. e os turistas de outros Paises que vierem conhecer nossas praias como vão sair daqui falando mal é dos governantes do Paraná então Governador Beto Rich é só dar ok. que o nosso Prefeito poem em pratica. e nossas praias vão ficar lindas e quem ganha é o comercio e o povo de Matinhos. vamos lutar juntos.. obrigado Marlene Santos

    ResponderExcluir
  4. A politica é uma merda mesmo,quando tem um q quer trabalhar tem 10 pra trava tUDO!!!
    VAMOS LIBERAR ESTADO E DEIXA O HOMEM TRABALHA!!!

    ResponderExcluir
  5. A matéria só não fala de onde sairia a tal engorda. Alguns senhores que nada entendem disso sugeriram tirar areia dos bancos de areia da barra de Guaratuba (que protegem as praias Brava e Mansa) o que segundo o prof. Bigarella (expert no assunto) é uma imbecilidade apenas o fato de mencionar tirar areia de lá. A outra opção receber areia do canal da Galheta. Outra imbecilidade por se tratar de areia contaminada pelo Porto de Paranaguá. Querem acabar com o problema? Reurbanizem a Av. Atlântica. Ela é o problema. Aliás, a Av. Atlântica deveria ser retirada. Faça-se um calçadão onde é a pista de tráfego, faça-se uma pista de circulação somente para moradores onde é a calçada normal e destruam o calçadão e o restante da Avenida. Depois disso, o mar faz seu trabalho. Não precisa de ideias mirabolantes. Apenas usar o bom senso e o conhecimento que muitos já se prontificaram a fornecer.

    ResponderExcluir
  6. Repondendo ao Anônimo: Vc disse: "falta de respeito enorme pelo povo paranaense e suas praias, poxa vida...tantas pessoas investiram em Matinhos na Av. Beira mar e tudo esta indo agua abaixo conforme as fotos..."
    Amigo, não é bem assim. Foi justamente por causa desses 'investimentos' que hoje existe o problema das ressacas tão acentuadas em Matinhos. Não fizeram um estudo correto na hora de construir a Av. Atlântica e a primeira quadra na orla. Hoje o mar só quer de volta o que dele foi tirado. E uma obra dessas não pode ser feita a qualquer custo. Tem que se ter muito, mas muito cuidado mesmo para não fazer mais besteiras como as que foram feitas no passado (inclusive o aterramento de rios - pelo amor de Deus!) para que de forma definitiva acabem-se esses problemas.

    ResponderExcluir
  7. Amigo, não é bem assim. Foi justamente por causa desses 'investimentos' que hoje existe o problema das ressacas.Eu respondo o seu comentário em relação o que foi tirado do mar. Veja como era a praia ha 20 anos atraz tinha mais que 400 metros de praia. A questão é muito mais grave . Se o mar continua avançar do jeito que está passa para o nivel mais baixo que o mar este vai alcançar as montanhas, isto é por que o caimento é o contrário.Ai eu pergunto on de vai toda esta gente litorânea de Matinhos?

    ResponderExcluir

Este é um trabalho de informação, opiniões e comentários sérios são bem vindos, obrigado.